Fitoterapia é o estudo das plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças.

A principal vantagem da fitoterapia é a utilização de medicamentos compostos por centenas de moléculas originadas no metabolismo secundário das plantas, responsáveis, em conjunto, pelos efeitos biológicos. A esse conjunto denominamos "fitocomplexo."

Medicamentos fitoterápicos

São considerados medicamentos fitoterápicos os obtidos com emprego exclusivo de matérias-primas ativas vegetais. Não se considera medicamento fitoterápico aquele que inclui na sua composição substâncias ativas isoladas, sintéticas ou naturais, nem as associações dessas com extratos vegetais.

Os medicamentos fitoterápicos, assim como todos os medicamentos, são caracterizados pelo conhecimento da eficácia e dos riscos de seu uso, assim como pela reprodutibilidade e constância de sua qualidade. A eficácia e a segurança devem ser validadas através de levantamentos etnofarmacológicos, de utilização, documentações tecnocientíficas em bibliografia e/ou publicações indexadas e/ou estudos farmacológicos e toxicológicos pré-clínicos e clínicos.

A qualidade deve ser alcançada mediante o controle das matérias-primas, do produto acabado, materiais de embalagem e estudos de estabilidade (ANVISA).

Back to top